Sobre a Tricoterapia
 

A vida do homem e da mulher mudou muito de alguns anos para cá.
A agitação do dia-a-dia, o excesso de química, a água clorada, a poluição, condicionadores de ar, uso indevido de xampus, cremes sem enxagüe, alimentação desequilibrada, o surgimento de novas técnicas químicas, escova progressiva, escova definitiva, o stress, causam uma série de anomalias no couro cabeludo e no fio de cabelo.
Hoje em dia tanto crianças, como jovens adolescentes, mulheres e homens apresentam um ou vários problemas capilares.
Caspa, dermatite seborréica, quebra, queda, coceiras, ressecamento, cabelos danificados por química, progressivas, excesso de escovação e lavagens faz com que haja um alto índice de problemas e patologias capilares.
A demanda procura de informações e de soluções nesta área é muito grande.
Como a recuperação de problemas e patologias capilares exige muito conhecimento, muita experiência e principalmente resultados, surgiu a Tricoterapia.
A Tricoterapia é uma área que trata de problemas ou patologias capilares, com base nos estudos da Tricologia, Cosmetologia, Fitoterapia, Eletroterapia, Laserterapia, Aromaterapia, Comunicação, Psicologia e Programação Neurolingüística, Administração, Etc.
Daí surgiu o nome Tricoterapia (trico-cabelo e terapia- tratamento).
Com uma palavra resumimos todo o processo tricoterápico: RESULTADO.
Tratar um cabelo é diferente do que dar resultado a pessoa que nos procura, é resolver o seu problema capilar.
A Tricoterapia é uma ciência, pois é baseada em estudos científicos.
A Tricoterapia surgiu para ser parceira de dermatologistas, cabeleireiros e esteticistas.
Temos em nossa filosofia a sabedoria de que “a união faz a força.”

Toda profissão surge a partir da existência de uma necessidade e apresenta propostas saneadoras que atendam satisfatoriamente as demandas.
A Ciência Tricoterapia Capilar se instituiu a partir das tricoses no couro cabeludo e fios dos cabelos e se estendeu às enfermidades bio-psico-sociais, porque o ser humano é indivisível no aspecto físico, mental, intelectual, espiritual, familiar, social e ecológico.
A vida moderna envolve as pessoas numa verdadeira corrida, a ponto de sobrecarregá-las com vários papéis e deixá-las sufocadas com tantos afazeres. E falta tempo para cuidar de si mesmo. Isso gera depressão e a partir daí será fácil contrair doenças crônicas como câncer, diabete e doenças neurológicas, que afetam toda a estrutura do couro cabeludo e fios de cabelos.
O Profissional Tricoterapeuta tem o seu reconhecimento garantido pela ATT-BR, que o habilita a tratar as patologias capilares e a realizar seu trabalho com disciplina, seriedade e ética.
O Tricoterapeuta, a partir das queixas apresentadas pelo tricopaciente, faz consulta e coleta todas as informações necessárias à identificação do diagnóstico. Ao descobrir as causas do problema elabora o prognóstico para curar a patologia. Conscientiza e orienta o tricopaciente a mudar os hábitos capilares, fazendo um trabalho de acompanhamento constante para recuperação da saúde do seu cabelo.
É importante salientar que o Tricoterapeuta atua na área da saúde capilar e seu trabalho adquire projeção holística. Por isso está sempre investigando qualquer doença orgânica ou estilo de vida que possa comprometer a saúde capilar.
Tratar um cabelo vai além do resultado que o tricopaciente espera; é resolver o seu problema físico, resgatar a auto-estima e estabelecer regras que devem ser obedecidas nos tratamentos indicados em cada caso.
O Tricoterapeuta investe na profissão, sempre se atualizando para acompanhar as mudanças irreversíveis e necessárias diante das necessidades capilares, que surgem na sociedade em ritmo acelerado.
Além da capacitação técnica, está aberto às pesquisas em qualquer tempo futuro, busca relacionamento com o cliente, planejando seus agendamentos e acompanhando a manutenção tricoterápica domicilitar, fazendo uso da Internet, avaliando os cenários sociais, econômicos, ambientais e absorvendo as inovações tecnológicas no meio tricoterápico.
Embora o Mercado Tricoterápico esteja sempre à mercê das pesquisas científicas ele exige estrutura tecnológica como o ápice da ciência, porém o toque humano do Tricoterapeuta jamais poderá ser substituído.
Trabalhando em equipes multidisciplinares com médicos, biólogos, nutricionistas, cabeleireiros, esteticistas, psicólogos, poderão sugerir opções de tratamentos que otimizem resultados.
A Filosofia da Tricoterapia o molda com habilidades para atuar como um psicólogo, tendo um papel importante na acolhida do seu tricopaciente, que lhe garante um diferencial e uma carreira de futuro. Isto é demonstrado a partir do momento da consulta.

O que é necessário para ser um Tricoterapeuta Capilar?

É muito interessante conversar sobre este tema: O que é necessário para ser Tricoterapeuta Capilar?
Esta é a pergunta que recebo todos os dias através de emails ou telefonema.
A resposta é muito simples- qualquer pessoa de qualquer profissão pode ser um Tricoterapeuta Capilar ou um especialista em tratamento capilar, basta gostar de tratar e cuidar dos cabelos.
Quando eu mando esta resposta por email muitas pessoas se sentem animadas porque gostam de cuidar dos cabelos.
Mas porque isto ocorre?
Muitas pessoas pensam que para ser Tricoterapeuta Capilar precisa ser cabeleireiro, esteticista ou da área de beleza.
Não tem nada a haver.
O curso de Tricoterapeuta Capilar inicia com um curso a distância de ALFABETIZAÇÃO TRICOTERÁPICA. Todos os alunos, independente de ter faculdade ou ter o primeiro grau incompleto tem que passar por esta etapa.
A Tricoterapia Capilar é uma área da saúde capilar e beleza capilar que tem uma Filosofia, uma didática que realmente ser diplomada numa univerdade não vai fazer o aluno diferente dos outros ou mais adiantado nos estudos que os outros.
Pelo contrário, muitos alunos universitários chegam até a dar depoimento no curso que aprendeu no Curso de Tricoterapeuta muito mais do que na faculdade onde estudou.
É impressionante e gratificante para a Tricoterapia capilar ouvir estes depoimentos e saber que está colaborando para o enriquecimento da sabedoria e conhecimentos destes alunos.
Agora uma coisa é muito importante quando você vai escolher uma escola para estudar: saber se a escola é autorizada para Associação Brasileira dos Profissionais Tricoterapeutas.
Porque isto é importante?
Porque a escola autorizada pela Associação está de acordo com as normas e Estatuto da mesma e ao mesmo tempo todo Professor de Tricoterapia tem que estudar 2 anos e ter muito conhecimento para dar aula de Tricoterapia Capilar.
Tricoterapia Capilar é um estudo muito sério e exige muita responsabilidade, organização, disciplina e o que é mais importante é formar bons profissionais para tratar pessoas com queda, coceira, dermatite seborréica, dermatite de contato, cabelos danificados por química, escova, calvície, cabelos quebradiços, etc.
Tem gente que monta curso de Tricoterapia somente com o intuito de ganhar dinheiro e muitas vezes cobra um absurdo.
Recebemos muitas reclamações de pessoas que se sentiram enganadas porque até as nossas apostilas eles copiam.
E muitos estudam em escolas sem autorização e depois desejam se associar e não podem. Ficam muito nervosos porque perguntam isto para a pessoa que dá aula e ela diz que sim.
Estamos na era da internet e o cliente quando procura alguém para cuidar da sua patologia capilar faz pesquisa e sempre entra no site da Associação para procurar um profissional associado. Eles não são bobos e todo mundo sabe que os clientes de hoje são diferentes dos clientes de antigamente. São muito bem informados.
Então na hora de escolher uma Escola para estudar tenha cuidado e escolha uma escola aprovada pela Associação Brasileira dos Profissionais Tricoterapeutas.

 

 

 

 
 

Pessoas sérias estudam temas sérios com a finalidade de produzirem ações honradas!
Um trabalho sério, ético e responsável na área de Tricoterapia (Terapia Capilar).